sábado, março 03, 2007

Malangatana

Foi num estabelecimento de ensino superior que vi a primeira obra de Malangatana, fiquei fascinada pelos vermelhos, pela sensualidade, pelo animal das suas figuras. Achei o mural tão interessante!
Sempre que entro no anfiteatro ocupo algum tempo, às vezes mínimo, outras demorado, na contemplação daquele vermelho sangue, vermelho morte, vermelho paixão. (são mesmo muito poucas as vezes que entro no dito estabelecimento, quanto mais no anfiteatro...), mas tento sempre permitir-me ficar mais uma vez surpresa por essa obra.
Não tenho nenhuma imagem desse imenso e poderoso quadro,

Deixo-vos outro: Transcendências, e a hipótese de verem aqui mais alguns...


Quem é: Nasceu em Matalana, em 1936. Estudou na Escola da Missão Suíça de Matalana e na Escola da Missão Católica de Ntsindya, em Bulaze. Depois de obter o diploma da 3ª classe rudimentar, vai para Lourenço Marques (Maputo). Em 1958 frequentou o Núcleo de Arte onde conhece o pintor Zé Júlio, que o apoia. Em 1961 efectuou a sua primeira exposição individual. Em 1971 foi bolseiro da Gulbekian em gravura e cerâmica. Recebe a Medalha Nachingwea pela contribuição dada à cultura Moçambicana. Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.

18 comentários:

psique disse...

fascinante sem duvida. obrigada pela partilha

Rafeiro Perfumado disse...

Era ali que me querias meter???
(devolvendo a travessa dos bolos, apesar de alguns terem umas dentadas)

Fatyly disse...

Não aprecio este tipo de pintura, tal como nunca gostei de Picasso:):):) Farto-me de olhar e não vislumbro nada, excepto o vermelho usada pela maioria dos africanos.

Gosto mais do género de Neves e Sousa e outros como ele.

Beijocas

Ines disse...

Psique, eu cá realamente gosto, mas acho que já se tinha reparado!

Rafeiro... fiquei sem perceber se querias entrar no qudro ou não... Os bolos´, frescos são muito melhores, há que consumi-los nos Açores!!!!

Fatyly, eu não conheço muitos pintores africanos, por isso, talvez, me fascine com Malangatana... ;)

LFM disse...

Gosto do que vejo!

mixtu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
marta r disse...

Também aprecio muito o vermelho na pintura africana. Parece-me sempre uma tonalidade muito própria, diferente de todos os outros vermelhos.

Enfim... disse...

não consigo nem sei apreciar isto lol.Bjokas

João Cordeiro disse...

Olá,
Que posso eu dizer se os meus olhos não falam!
Transmitem emoções, a essa beleza inconfundível
que as palavras me transmitem
Aqui estou eu para te dar o meu apoio e solidariedade
Soberbo... continua…
Meu blog:
http://www.sonhadoremfulltime.blogspot.com/

mixtu disse...

traço africano... ainda não aprendi a gostar...
besitos

Lua disse...

Gostei mto do quadro. Acho que a tela tem mto de Africa.

Beijinhos

Custódia C.C. disse...

Já conhecia Malangatana e acho os seus vermelhos poderosos e criativos.

lifeyes disse...

Um quadro esplêndido sem dúvida. Obrigada pela informação em que estabelecimento se encontra o outro?

stela disse...

Gosto de pintura, mas confesso-me desconhecedora... olho e gosto ou não do que vejo :) gostei deste :)
beijinho

joaovitor disse...

eu gosto particularmente de salvador dali...
visita http://homemmau.blogspot.com

GK disse...

Não conhecia. Obrigada pelo insight.

António Rosa disse...

Depois de ter terminado com o "Postaias da Novalis" para me dedicar mais à astrologia, tenho aproveitado este tempo para desenvolver mais os conceitos evolutivos dos signos do zodíaco, como base elementar desta nossa reencarnação.

Aqui fica o convite para conhecer melhor o signo onde está o seu sol de nascimento, assim como o dos seus familiares e amigos.

Copie-os para o word, para melhor poder reflectir sobre o signo mais importante do do seu zodíaco.

Agradeço comentários no sentido de melhorar os textos, aprofundando-os.

Um abraço,

António Rosa

croqui disse...

agora percebi o porquê da pergunta! respondi no esquisso! bom post!

jokitas