sexta-feira, junho 01, 2007

Conta-se uma história...

No início do sec XX, viviam-se novos tempos na cidade de Viena, numa conturbada época histórica, em que se procuravam novas formas de ler o mundo.

É neste contexto que surge o Teatro da espontaneidade - sem guião bem definido os actores seguindo uma linha mestra inventavam (inventavam-se) a sua personagem.
Haviam, no meio da assistência, uns olhos que muito bem observavam.
Um dia um jovem jornalista - Jorge - apaixonou-se por uma das actrizes - Bárbara - cujos papeis se destacavam pela doçura, feminilidade e capacidade materna, acabou por abordá-la, namorá-la e desposá-la!
Consta que certo dia Jorge fez uma confidência a este homem que tão de perto observava estas sessões - a doce e cândida Barbara, em casa, era uma megera! autoritária, pouco afectuosa, precisamente o contrário do que vivia no palco.
Este homem atento, propôs o seguinte - que Bárbara passasse a representar papeis de uma mulher agressiva, autoritária - e, abreviando a história, percebeu que mudanças se iam produzindo na vida do casal, e que Jorge foi encontrando em casa mais a mulher doce que tinha conhecido outrora.

Este homem: Jacob Levy Moreno
Mente brilhante, pai do Psicodrama.
(esta é uma das histórias que levou Moreno a pensar no efeito terapêutico da atribuição/manifestação de papeis em palco - não a única!)
Investigador dos fenómenos grupais, da sociometria, e sem dúvida uma mente exuberante e criativa!

Este post é uma forma de agradecimento ao senhor das barbas!

11 comentários:

stela disse...

Olá Inês!
passei para deixar um beijinho e anuciar o meu regresso! :))

Enfim... disse...

lol vais buscar com cada uma lol

Bjokas

Bom fim semana

Haddock disse...

mna. boop, excelente post... completam-se!

e a mna. boop não tem que agradecer tem apenas que tratar da saúde mental dos doidos lá de casa!

cheira-me, pelo que já li, que saíu pior a emenda que o soneto!!!

A estranha disse...

Olha o Jacob! Que saudades daquele palco com "pós de perlimpimpim"...

Bom fim de semana linda!

Beijos

1entre1000's disse...

excelente post mna Boop de se lhe tirar o chapéu!!! adoro representação de improviso, simplesmente adoro e defacto mesmo sendo leiga na materia concordo na teoria apresentada neste post... ;)

Haddock disse...

...
então vê como te portas!!!

Kanoff disse...

( `♥.¸*O*
`♥.¸ )**P*
( `♥.¸***T*
`♥.¸ )****I*
( `♥.¸*****M*
`♥.¸ )**O*
( `♥.¸***
`♥.¸ )***F*
( `♥.¸***I*
`♥.¸ )****M*
( `♥.¸******
`♥.¸ )*D*
( `♥.¸**E*
`♥.¸ )*s*
( `♥. **E*
`♥.¸ )***M*
( `♥.¸****A*
`♥.¸ )*****N*
( `♥.¸******A*
`♥.¸ )*P*
( `♥. **R*
`♥.¸ )***A*
`♥.¸ )*v*
( `♥. **O*
`♥.¸ )***C*
`♥ )****E*

Bjosss!!

Dias... disse...

2 em 1

Cultura pela pena que ja antes gostávamos de ler, maravilha.

Beijo

Fatyly disse...

Inédito e inovador:):):)
Parabéns aos dois***

1entre1000's disse...

haddock: esse "como te postas" era para mim?!?!?!?!? portei-me bem, não foi mna BOOP???

Klatuu o embuçado disse...

BLOG DE UM PLAGIADOR: http://spring-gold.blogspot.com/



http://meninamomentos.blogspot.com/2007/05/um-falso-querer.html

http://spring-gold.blogspot.com/2007/07/no-espero-que-me-entendas-quero-de-ti_02.html

http://tocolante.blogspot.com/2005/04/25-de-abril.html

http://spring-gold.blogspot.com/2007/04/tocou-o-telefone-na-madrugada-l-longe-l.html

http://tsilva.blogs.sapo.pt/108951.html

http://spring-gold.blogspot.com/2007/04/o-nosso-cames-genial.html

http://corta-fitas.blogspot.com/search/label/Tert%C3%BAlia%20liter%C3%A1ria

http://spring-gold.blogspot.com/2007/04/versos-para-as-fitas-de-final-do-curso.html