segunda-feira, junho 18, 2007

A escolha

A minha escolha já estava +/- feita. Os que realmente me apetecem ler são "A cura de Schopenhauer" - mas tenho de intervalar o Irvin Yalom com outra coisa... O Saramago não está cá em casa... e o que ando há tanto tempo para ler é "O retrato de Dorian Gray" - a minha escolha!

Mas peguei primeiro no Divã - um livro pequeno, muito leve... vou lê-lo depressa, com toda a certeza! Deixo-vos um bocadinho:


"... É engraçado eu lembrar-me disto agora: uma vez, uma amiga minha, mulher feita, com mais de trinta anos, tinha ido com a irmã visitar um tio ao hospital quando ele, repentinamente, faleceu na presença das duas. Elas ficaram sem acção. Viraram-se uma para a outra e a minha amiga disse: precisamos de chamar um adulto. Quando ela me contou, fartámos-nos de rir. Entendo perfeitamente essa sensação de orfandade. Não importa que idade temos, há sempre um momento em que é preciso chamar um adulto."
0
o
Aos outros... vou lá chegar!

6 comentários:

mixtu disse...

yaya, tantasd leituras...
as viagens e a leitura fazem-nos "pessoa"...
eu estou nas viagens, se me cansar de ver pela janela a paisagem tiro o meu livro que ainda não tenho pois fui à livraria e não tinham (de momento) cortazar...

mixtu disse...

abrazo o besito

Haddock disse...

escolheste bem o excerto, mna. boop!
quanto à jelinek, vê entretanto o filme que lá te deixei no sono! é com a huppert, que é um portento de actriz!

mfc disse...

Pois... eu quando crescer... também quero ser grande!

Dias... disse...

Delicioso

Rapidas leituras porque quanto mais rapido leres mais rapidamente chegas à Alice :)

Beijo

Fatyly disse...

Já o li...e não sei dizer por palavras se gostei ou não:))))

Quando li esta parte, recordei-me de uma frase de um quarentão(não me recordo o nome) que pela morte da sua mãe disse: hoje terminou a minha adolescência!

Boas leituras