segunda-feira, setembro 15, 2008

Um reino, nem muito perto, nem muito distante



(imagem - Laélia Rodrigues)

Era uma vez um reino, nem muito perto, nem muito distante.Estava ao alcance de uns com a mesma facilidade com que a outros passava despercebido!

Nesse reino, como em todos os outros, havia casas visitadas por muita gente. Nessas casas expressam-se opiniões sobre tudo e sobre nada, contam-se histórias, partilham-se músicas,fazem-se amigos.

Também se sabe de algumas que se dedicam à contra facção, que dão voz a quem se vê obrigado a calar-se, são refúgios de liberdade.
E há uns cantinhos mais privados, onde se diz o que apetece.

Aos que passam ao lado deste reino tudo isto nada diz.
Nem sentem a falta de pequenas pérolas, que aqui e ali se vão perdendo, são os tascos que fecham, os alpendres que deixam de ver o sol brilhar, os sofás que deixam de acomodar confortavelmente os amigos em tardes e serões de conversa.
Também há os que por uma razão ou por outra decidem fechar a porta, abrindo-a só para os amigos.

A mim fazem-me falta alguns destes lugares...

As conversas com o Capitão Haddock e com o Mixtu
Ou simplesmente partilhar sentimentos.
Espreitar o quarto da Vanda, ou andar à procura do Sol.
Nem sequer se pode ouvir os refilanços ou saber as histórias da amante do Sr. Engenheiro.
Saber porque a psique mudou de ideias, ou o que se passa com um nome qualquer.

...

Fazem-me falta!

9 comentários:

Francis disse...

A Aninhas também sinto falta dessa maluca.
A Amante ainda aí anda.

ps : tens que mudar os links, tirar o teu antes.

sonhador disse...

mistério...

beijos.

Fatyly disse...

Quando fecham é sempre por algum motivo e a maioria deles, pelo que já me apercebi, ficaram apenas acessíveis por convite e caso queiramos fazer "toc, toc" não temos o email (nisso sou uma despistada por completo).
Outros não são visitados como pretendiam, e ao visitarem querem o troco (outras postura que me irrita solenemente) e finalmente muitos pecam pela falta de "diálogo". Respeito em absoluto a postura de cada um, mas por exemplo lanças uma pergunta no post anterior e eu pessoalmente gostaria de ver a resposta da tua parte. Como esse post há mais:)

Mas cada um faz como pode e para mim a net é o espaço de lazer que descreves que tenciono preservar.

Beijos para ti e em especial aos pimpolhos:)

mfc disse...

Que somos sem os nossos amigos?!

1entre1000's disse...

EXCELENTE post!!!! ... mesmo!

Delfim peixoto disse...

è---triste----mas as vezes----tem de ser----

Haddock disse...

engano!!
o sono nunca se tornaria "selectivo" e muito menos deixaria fora os mais estimados fregueses!!! simplesmente as máquinas pararam, mas continuamos a receber correspondência a que (ainda) damos "despacho"...

quanto ao teu postal, mna. boop, é daqui (lóbulo da orelha)!! não diz só muito, diz tudo!!

(recado pessoalíssimo: o mixtu tem os comentários abertos... deve ter tido uma crise nostálgica, o pastor, mais conhecido por "nome do senhor em vão"...)

;)

Haddock disse...

e, agora, para um momento de descontracção, senhoras e senhores mais respectivos catraios, compenetrem-se que se vai cantar o fado!!

e nada de aplaudir no fim! tossir elegantemente basta...

tulipa_negra disse...

querida, comigo está tudo bem... ando por aqui, a falta de inspiração é que tem atingido o boteco :-( mas de vez em quando cá venho espreitar e sorrir com as tuas palavras. adorei este teu post e obrigada pela lembrança :-)

bjs