quarta-feira, setembro 23, 2009

Zoé

"Tem 22 anos e chama-se Zoé. A culpa é dos pais."
Começa assim a reportagem do Jornal i sobre nomes "anormais".
Para mim Zoé não soa a estranho... mas OK... será pouco usual!
É um alerta a quem tem a tarefa nada fácil de dar nome a uma criança!

;)



PS - a escolha do nome dos meus filhos não foi dificil. Mas foi preciso tempo para ter a certeza! E pelo caminho ficaram Ana Lua, Maria do Mar, Petra. Nomes que gosto, menos convencionais...

5 comentários:

mfc disse...

Gosto dos nomes vulgares!

Fatyly disse...

Daniel Sampaio tem sempre razão no que diz e também gosto dos nomes vulgares e simples e nunca a puxar "para estrangeirices".
Também gosto de apenas:
um nome próprio e um só apelido do pai e da mãe, ou seja apenas "3" e não a extensãooooooooo como no meu tempo!!!!

Que engraçado tive e tenho uma amiga de infância que se chama "Petra" e foi tão gozada (ainda hoje nos rimos com isso) porque muitos a chamavam Preta e é de facto preta, bem como outra igualmente preta que tinha o belissimo nome de Branca Clara das Neves!
As três juntas ...enfim...nem vos conto "ficam no sotão referido hoje pelo mfc no seu blog:)

SONHADOR disse...

É como um brazuca que vi, um dia, na net, em relação a isto de nomes "invulgares" se chamar: Um Dois Três de Oliveira Quatro.

Beijos.

croqui disse...

Ana Lua! gostei!!!
:D

mixtu disse...

já lá vai o tempo que eram os padrinhos a colocar o nome...

por norma, as mães é que mandam...

e daí muitos terem dois nomes, o 1º da mãe e o outro do pai...
tipo ortencio norberto...

abrazo serrano y europeo