domingo, dezembro 06, 2009

Porque o rio não pára!

Um dia ela percebeu que o barco em que, desde sempre, navegou já não era o seu! Ao mesmo tempo era uma embarcação confortável, segura, conhecida, e... insuficiente!
Com muito cuidado, pegou numa folha de papel, e com gestos ambivalentes, ora inseguros, ora decididos, dobrava a folha.
Com muito cuidado!
E terminou o seu barco!
Um barco só seu!
Atou uma corda ao grande e seguro barco em que seguia e, firme mas não segura, pousou os pés ao de leve no seu pequeno barco. Testou a sua resistência. Aguentava o seu peso! E, com uma graciosidade que desconhecia, mudou-se para lá!
A corda... bem... à corda foi dando metros, nunca a largou por completo, ela mostrará isso a quem quiser subir a bordo e descer ao porão para obras de aperfeiçoamento! É que o barco, para além do papel, já tem cartão, cola, paus de fosforo, madeira, tinta, ferro, ancora, bússola, bandeira, e um sem número de fantásticos melhoramentos. Coisas que foi agarrando pelo caminho, ou partilhando com companheiros de viagem. Resultou num barco único, numa combinação perfeira de estranhos e dispares elementos.

Não pode escolher o rio por onde corre o seu barco, mas aprendeu a ser ela a perceber quais as margens desse rio que deve ou quer privilegiar, atracar, descansar.

Porque o rio não pára...
E o seu barco está a tornar-se em embarcação confortável, segura, conhecida!
E é seu!

PS - acrescentei um questionário alí do lado esq. Ora vão dizendo se faz favor!

6 comentários:

Fatyly disse...

Não pode escolher o rio por onde corre o seu barco, mas aprendeu a ser ela a perceber quais as margens desse rio que deve ou quer privilegiar, atracar, descansar.
...........
Tiro o meu chapéu e aplaudo-te de pé!

A D O R E I!!!!

Beijos e um bom domingo

Lídia disse...

... querida... que belas e tocantes palavras. Revejo-me nas tuas doces palavras. Bj :)

mfc disse...

O rio não para não!
Faz o favor de seres feliz.

francis disse...

muito bem menina boop...

Saltapocinhas disse...

Além de não parar, ainda corre depressa demais, o desgraçado!

Haddock disse...

"ela" depois do "tapete preto", mna. boop??

mais um(a) que se (e) salva com a sua "arca"...