sábado, outubro 01, 2011

Boop 's

Era uma vez um monstro hediondo. De natureza indizível, contornos indefinidos, sons indecifráveis.
Era esse monstro que vivia nos seus sonhos.
Que o mantinha acordado noite dentro.
Que se entre-punha entre ele e os demais.
O seu segredo.
O seu horror.

Incomunicavel.

Real?

2 comentários:

mfc disse...

Eu sinto-me (mal) governado por esse monstro!!

Um beijo muito grande cheio de saudades!

Abobrinha disse...

Muitos monstros há por aí, infelizmente...