domingo, junho 24, 2012

Ocupas




Às vezes ocupas-me os sonhos,
Não peço que venhas, que te instales, que me ocupes. Tu, mais as tuas palavras, os teus braços num abraço, a tua presença.
Não peço que me atormentes, que me ocupes o dia que nasce contigo dentro de mim.
Instalas-te. Não pedes licença. E voltas sempre.
És sonho e pesadelo.
Ocupas.
Ocupas-me!

... e eu quero que voltes ao meu sonho...


5 comentários:

Boop disse...

(inspiro-me nos sonhos que vou ouvindo)

Rafeiro Perfumado disse...

Mas olha que a imagem é perigosa, já viste o que é dormir com uma vela acesa ao pé de cortinados? Beijoca!

mfc disse...

Os nossos sonhos são nossos eternos companheiros...
(Mas tu sabes disso bem melhor que eu...)
Beijinhos

Fatyly disse...

Raramente me lembro de um sonho...excepto dos que tenho acordada e luto para os realizar!

mixtu disse...

peço desculpa, tenho andado ocupado mas cá estou eu para entrar nos teus sonhos e teres suores frios

jajajaja






















abrazo serrano