segunda-feira, janeiro 18, 2016

A juventude de Paolo Sorrentino



Entro sozinha na sala.
Durante vários minutos não entra mais ninguém.
Depois uma senhora na casa dos 50... Depois outra, nos seus 60s   E por fim duas amigas, também nos 60s.
A sessão - a da hora do almoço.


Nomeado como o melhor filme europeu pela Academia Europeia de Cinema aborda o envelhecimento sem floreados nem compaixões.
Estes dois actores são fora de serie!
É pontuado aqui a ali por momentos doces de descoberta e encanto. Mas a crueza da vida olhada pelos quase octogenários é desconcertante.
No final ficamos, todas, a ouvir uma última música que acompanhou os créditos finais.

Eu, achei um Bom filme!




2 comentários:

AC disse...

Ainda não vi, mas está na minha lista.

Uma boa semana :)

Fatyly disse...

Há anos que não vou ao cinema...mas deve ser um bom filme e como tal já anotei para quando estiver disponível nas pilhas das promoções de filmes o possa ver.

Beijos garota linda e à tua prole também