domingo, maio 28, 2017

Paixões minhas



Há personagens que pela sua idiossincrasia criam mudanças de paradigmas.
Jacob Levy Moreno foi um desses homens

Podia estar horas a falar-vos de Psicodrama.
(e do "meu" psicodrama que está já tão longe do de Moreno)
Mas poupo-vos! :)

E fica apenas um olhar para este homem, meio "louco" que soube reinventar a intervenção terapêutica.

3 comentários:

AC disse...

Não estou a dizer que o seja, muito longe disso, mas a abordagem de Jacob Levy Moreno fez-me lembrar, de imediato, um vendedor de banha da cobra.
Vender um produto ou uma ideia tem muito que se lhe diga, não é assim, Boop? :)

Um bom domingo :)

AC disse...

Estranho! O comentário anterior é meu, mas se clicarmos no AC ele transporta-nos para outras latitudes. Que se passa com o Google?

Boop disse...

O blogger e o google têm razões que a razão desconhece...
E o Moreno... Devia ser mesmo um personagem!
Eu com o meu lado tímido e meio fobico não sei se me teria aproximado dele!
Mas lá que criou um modelo com o qual me identifico, criou!