quinta-feira, outubro 19, 2006

Sobre a moral...

Alguns assuntos da praça pública têm-me deixado a pensar sobre a moral...
À medida que os anos foram passando, fui aprendendo (a príncipio com algum esforço) a olhar para o outro com um olhar amoral (não disse imoral!) - a tentar perceber contextos, histórias de vida, a respeitar escolhas e decisões. A perceber como "o que é certo" é qualquer coisa de interno, pessoal. Que para a grande maioria das pessoas as decisões não são tomadas de ânimo leve, há ponderação, sofrimento, sonhos, desejos, necessidades.
Por isso prefiro o conceito de Ética!


Apetece-me plagiar:

"O medo é o pai da moralidade"
Friedrich Nietzsche

"A ética é a estética cá de dentro"
Pierre Reverdy

E provocar:

"A discórdia é sermos obrigados a estar em harmonia com os outros. A nossa própria vida é o que há de mais importante. Agora, se quisermos ser pedantes ou puritanos, podemos tecer as nossas considerações morais sobre a vida dos outros, mas estas não nos dizem respeito. (...) A moralidade moderna consiste na aceitação dos modelos da nossa época. Julgo que aceitar o modelo da nossa época será, para qualquer homem culto, a mais crassa das imorallidades. "
Oscar Wilde, in 'O Retrato de Dorian Gray'

22 comentários:

... disse...

Ora ai está, algo em que deviamos pensar todos! Moral!

Gostei do teu cantinho vou voltar
Bjocas

stela disse...

Adorei!
Certissimo!
bjs

marta r disse...

Devia haver mais Oscar Wildes neste mundo...

... disse...

Sobre a hora...
Ia a caminho do estudio...
obg pela visita

Mina disse...

A moral é o muito que falta no nosso mundo hoje em dia.
Uma boa chamada de atenção!
Beijoca e bom fim de semana :)

anjoedemonio disse...

ora aí está uma coisa acertada!!!

bom fim de semana!!!:)))

jj disse...

Ser ou nao ser, ter ou nao ter... moral... Excelente post! Jinhos.

mfc disse...

A ética é universal e intemporal, ao passo que a moral é subjectica e datada.

mfc disse...

Óscar Wilde era soberbo no que dizia.
Lembro-me, e cito de memória:"Deixar de fumar é a coisa mais fácil do mundo. Eu próprio já deixei aí umas vinte vezes!!"

Bel disse...

Sabes acho que já a prendi a não julgar nuinguém. Ha muitas atitudes com as quais nao concordo, mas ja ercebi que nada é simples.
beijo

Eu disse...

se Eu consegui entender a mensagem q quiseste passar - não só estou completamente de acordo como concordo plenamente (e ainda mais um bocadinho)

PAULO SANTOS disse...

um post...incisivo!
Objectivo e ..provocador???
Adorei!!!

Um beijo

Paulo

dulce disse...

Passaste pelo meu cantinho e vim visitar-te. Há certas coisas que partilhamos.
- Tb gosto de beringelas recheadas !!
- Adoro "Father and son". É um dos temas musicais que sempre me acompanhou desde a adolescência (juntamente com a canção da minha vida - "You've got a friend"
- Caetano Veloso: gosto imenso.

Vou continuar a passar por aqui.
Beijos.

DE PROPOSITO disse...

O que é hoje moral (verdade).
Amanhã é imoral (inverdade).
Fica bem.
manuel

Enfim... disse...

viver tem que se lhe diga...Bjokas

Squeezy disse...

Moral- conjunto de costumes e opiniões que um indivíduo ou um grupo de indivíduos possuem relativamente ao comportamento;
conjunto de regras de comportamento consideradas como universalmente válidas;
parte da filosofia que trata dos costumes e dos deveres do homem para com o seu semelhante e para consigo;
ética;
teoria ou tratado sobre o bem e o mal;
lição, conceito que se extrai de uma obra, de um facto, etc. ;
____________________________________

Pena cada vez haver menos moral nesta sociedade...

mixtu disse...

moral
ética
modernidade

estar bem consigo...

beijos europeus

tema interessante, excelentes textos...

mixtu disse...

E haverá moral a menina estar a mostrar as pernas num baloiço?
yayayayyaya

beijos europeus

vinte e dois disse...

Olha, o que me deixa a pensar muito, é sem dúvida a moral dos políticos! :)

anjoedemonio disse...

bom dia, boa semana, fica bem!!!

Anónimo disse...

Aí tens por que sou e continuarei a ser fã de Oscar Wilde! :-)
E esse é um dos meus livros de referência!!!
Thks pelo 'drop by'
--
(Qt ao "A TABACARIA", editei-o na íntegra pq achava indecente q n se pudesse encontrá-lo na net, ainda mais por ser um marco na literatura)
--

Anónimo disse...

Parece mal (até pq se torna um deábito dizer-se o q se acha) não aludir ao cerne deste post. Por isso, aqui segue a minha desajeitada opinião:

Alguns assuntos da praça pública (indefinido o bastante para q aqui possa caber tudo) deixam-nos confundidos, desequilibram-nos os conceitos, desestabilizam-nos as concepções apreendidas e isso faz-nos questionar "a moral".
Tenho para mim que a questão é mais grave do que aparenta: co-habita-se com uma diversidade 'anárqica' a par de um fascismo integrado!!
Ser-se diferente (=distanciado do padrão da normalidade) é permitido (=inventou-se a tolerância), mas num mundinho satélite, não integrado. Dentro da 'normalidade', as regras q imperam derivam mais do Poder q da Moral...
E tenham medo... muito medo...
Voilà!