sexta-feira, outubro 31, 2008

Era uma vez...

Era um daqueles dias estranhos. Lá fora não passava ninguém, e estranhamente parecia que nada se ouvia. Carlos sentia na garganta que algo não estava bem. Era aquele nó que se instalara, da mesma natureza do ar que respirava.
Abanou a cabeça, como se com aquele gesto afastasse tais pensamentos.
E sentou-se com o livro nas mãos.
Passou a mão pela capa. Com a ponta dos dedos sentiu o relevo do trabalhado daquela encadernação magnifica. Ela nunca chegara a dizer-lhe onde encontrara o livro.
Abriu-o!
Pode um livro só por si mudar o sentir de uma pessoa?
As páginas sem palavras, cem palavras, bebidas em grandes tragos, num turbilhão de cor, luz e magia, transformaram o dia sem ele dar por isso. Era um encantamento, um sentir maravilhado, um recolorir de cada pedacinho de vida.
Percebeu então, que o livro não tinha sido encontrado em lado algum. Era o mundo dela que ali estava, para ele abrir com cuidado, rever pensamentos, sentimentos e sonhos, partilhar medos e segredos. Feito com toda a ternura só para que naquele dia a sua estranheza se dissipasse.
Mas ele teve cuidado. Com um sorriso doce fechou o livro. Não a queria saber por completo.
Afinal a magia está naquilo que lhe vai descobrindo.

11 comentários:

nutmeg disse...

É verdade. Um pouco de mistério é sempre excitante!

PreDatado disse...

Cada vida é um livro. Uns mais abertos do que outros. Alguns nunca poderão ser abertos, são vidas secretas e perderiam todo o fascinio se só uma das suas páginas se revelasse.

Amanda Miranda disse...

Estou aqui vindo do esquisso e achei seu blog um máximo.
Estou sempre a procura de novos blogs, pensamentos e coisas do tipo.
Tenho um blog também: www.amandacastromiranda.blogspot.com

Parabéns pela postagem! Realmente, a magia esta em tudo aquilo que descobrimos. Está presente nas coisas mais simples, porém magníficas.

Fatyly disse...

Pode um livro só por si mudar o sentir de uma pessoa?
..........
pode sim, porque afasta o nosso sentir negativo.

"a magia está naquilo" que descobrimos no nosso dia-a-dia, nos nossos pensamentos positivos como..."recolorir de cada pedacinho de vida"

mfc disse...

Descobrir é muito bonito, quando o enamoramento persiste.

Elipse disse...

Manter o livro fechado é o segredo da duração.
Apreciam-se surpresas. Das boas!

Carla Silva e Cunha disse...

Gostei...Parabens!


Carla

http://www.arte-e-ponto.blogspot.com

Miudaaa disse...

Um "era uma vez" tal e qual como a miudaaa gosta da vida. Step by Step, descobrindo hoje uma página desconhecida. Abrindo mais logo outra página... Antes de deitar quem sabe mais uma...

Amei este Texto... um verdadeiro hino à vida na sua mais simples forma de ser e viver.

Beijo da miudaaa

Haddock disse...

Eu também tenho esse vício, o de ler diários alheios, para consolo existencial...

comecei bem o dia ao ler este!!


gostei!

Francis disse...

E o Carlos está melhor ?

croqui disse...

uau! adorei o texto betty!

é tão bom folhear "o outro"!

jokita