domingo, maio 17, 2009

O Inferno

O INFERNO (recebido por e-mail)

Isto é de quem percebe as coisas, não de quem as decora!
Resposta num exame de física na Universidade de Aveiro - leiam, é delirante. Isto é uma resposta de LUXO !!

O Dr. X (vamos manter o anonimato na medida do possível), do Dep. de Física da Universidade de Aveiro é conhecido por fazer perguntas do tipo: "Porque é que os aviões voam?".

A sua única questão na prova final de Maio de 1997 para a turma da cadeira de "Transmissão de Momento, Massa e Calor II" foi: "O INFERNO é EXOTÉRMICO OU ENDOTÉRMICO?" Justifique a sua resposta." (ou seja, pretendia saber se o Inferno é um sistema que liberta calor ou se recebe calor).

Vários alunos justificaram as suas opiniões baseadas na Lei de Boyle ou em alguma variante da mesma, mas houve um aluno, Y, que respondeu o seguinte:


«<em>Primeiramente, postulamos que, se as almas existem, então devem ter alguma massa. Se tiverem, então uma mol de almas também tem massa.

Então, em que percentagem é que as almas estão a entrar e a sair do inferno?

Eu acho que podemos assumir seguramente que uma vez que uma alma entra no inferno nunca mais sai. Por isso, não há almas a sair.

Para as almas que entram no inferno, vamos dar uma olhadela às diferentes religiões que existem no mundo hoje em dia. Algumas dessas religiões pregam que, se não pertenceres a ela, então vais para o inferno. Como há mais de uma religião desse tipo e as pessoas não possuem duas religiões, podemos projectar que todas as pessoas e almas vão para o inferno.

Com as taxas de natalidade e mortalidade da maneira que estão, podemos esperar um crescimento exponencial das almas no inferno.

Agora vamos olhar para a taxa de mudança de volume no inferno. A Lei de Boyle diz que para a temperatura e a pressão no inferno serem constantes, a relação entre a massa das almas e o volume do Inferno também deve ser constante.

Existem então duas opções:

1) Se o inferno se expandir numa taxa menor do que a taxa com que as almas entram, então a temperatura e a pressão no inferno vão aumentar até ele explodir.

2) Se o inferno se estiver a expandir numa taxa maior do que a de entrada de almas, então a temperatura e a pressão irão baixar até que o inferno se congele.

Então, qual das duas opções é a correcta? Se nós aceitarmos o que me disse a Teresa, minha colega do primeiro ano: "Haverá uma noite fria no inferno antes de eu ir para a cama contigo" e levando em conta que ainda NÃO obtive sucesso na tentativa de fazer amor com ela, então a opção 2 não é verdadeira. OU SEJA, O INFERNO é EXOTÉRMICO.
»


O aluno Y tirou o único "20" na turma. E na minha opinião, merecia ir para a cama com a Teresa...

12 comentários:

Intruso disse...

eu achei genial :)

francis disse...

brilhante.

quem é a Teresa ?

SONHADOR disse...

grande resposta.

beijos.

1entre1000's disse...

sim tb acho q a Teresa devia considerar melhor este colega!

© disse...

brilhante!!

isso, quem é a teresa?
e o aluno? que tal é? :)

Fatyly disse...

genial:)

as velas ardem ate ao fim disse...

Genial!

bjo

mixtu disse...

a teresa estará no inferno...
um dia quando morrer quero ir para o cemiterio... aos ombros...
digo eu...
noites frias...

abrazo serrano e europeo miguita

francis disse...

Se Ao Menos Houvesse Um Dia
Camané

Se ao menos houvesse um dia
Luas de prata gentia
Nas asas de uma gazela
E depois, do seu cansaço,
Procurasse o teu regaço
No vão da tua janela

Se ao menos houvesse um dia
Versos de flor tão macia
Nos ramos com as cerejas
E depois, do seu outono,
Se dessem ao abandono
Nos lábios, quando me beijas

Se ao menos o mar trouxesse
O que dizer e me esquece
Nas crinas da tempestade
As palavras litorais
As razões iniciais
Tudo o que não tem idade

Se ao menos o teu olhar
Desse por mim ao passar
Como um barco sem amarra
Deste fado onde me deito
Subia até ao teu peito
Nas veias de uma guitarra

mjf disse...

Olá!
O puto tem futuro :=)
:=)

Beijocas

mfc disse...

Mais não se lhe podia dar!
BRilhante.

Haddock disse...

alvíssaras, mna. boop!!
bons olhos te leiam.

por acaso já conhecia a história. alguém da UA se deu ao trabalhinho de me a fazer chegar...

mas, cá para nós(...), isto é uma grandessíssima tanga!! e se calhar até veiculada pela própria reitoria da UA para abafar o caso de um certo catedrático da área de humanísticas
que, durante anos, em vez de leccionar o programa, ocupava as aulas a adivinhar a vida e hábitos sexuais dos alunos, sempre em tom de censura histérica mas sob o pretexto didáctico da correcção desses comportamentos de acordo com o seu virtuoso modelo.

consta que também dava explicações particulares...



(nota: qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência)


pêésse: com que então o pastor poeta voltou?? ahhh o nome do senhor em vão...
haja arrependidos!!