quarta-feira, outubro 15, 2014

Quem me dá boleia hoje?


(ou as vantagens de viver num sitio onde se conhece meio mundo)




1996/7
(22/23 anos)

Saía a menina Boop de casa todos os dias de manhã, 7h55…
Destino - Paragem do autocarro - nº13 para o Marquês de Pombal.
Acontece que quase nunca ia de autocarro de manhã!
Invariavelmente O X, o Y ou o Z, me davam boleia.
Todos eles pais de amigos meus, e elementos activos na comunidade da Vila, o que nos levava a estarmos juntos várias vezes no exercício da nossa cidadania.
Era para mim tão divertido e surpreendente ter acesso ao seu mundo. Os primeiros 45 - 50 mn do dia dizem-nos muito sobre uma pessoa, não acham? (eu que o diga que só acordo passado uma hora….)
Quem eu gostava mais que me desse boleia era o Y,  a conversa era mais fácil, mas também a boleia mais rara.
Depois havia o Z, óptima companhia matinal, com o bónus de às vezes levar também a filha. Igual a ele próprio, às vezes mais mal humorado, outras mais bem disposto, aproveitava a minha companhia para o inicio do dia ser menos monótono. O Z dividia quase 50/50 o numero de boleias com o X.

O X, sim, era uma revelação.
Homem mais reservado, sério até, que ponderava sempre as suas intervenções numa conversa, que eu tinha como o mais conservador dos três.
As manhãs foram uma surpresa!
Era sem dúvida o mais activo e enérgico! Sorriso franco, RR na ar - o programa do António Sala! E o homem cantava, brincava, respondia aos desafios, comentava as noticias. Uma disposição matinal como poucas!

E não sei bem porquê tenho-me lembrado destas viagens de manhã.
Das coisas boas da vida de bairro e dos lugares pequenos. Do sentimento de pertença à comunidade. Do envolvimento possível pelo bem comum.

Volta e meia encontro o X, o Y e o Z
Muito, muito mais raramente.
Mas gosto deles! É sempre um prazer revê-los!


2 comentários:

Francis disse...

Eu até era gajo para curtir o X, mas depois disseste que ele ouvia o António Sala....e passou-me.

Já o Y..ah e tal era raro e coiso...pois.

O Z não tem graça nenhuma.

Pronto era só.

Boop disse...

Devias dar-te melhor com o Y...
Digo eu! ;)