sábado, fevereiro 18, 2017

Adenda ao Curriculum Vitae

Fez a vida com que acontecesse por duas vezes no último trimestre do ano passado que aqui a Boop tenha estado num estado alterado de consciência.
Não! Nada de consumos de substancias licitas ou ilícitas... Infelizmente... foi mesmo a PDI que me pregou umas partidas!

Consta (sim porque aqui a "je" não se lembra de nada!) que da primeira vez que fundi a cuca, não sabia onde estava nem reconhecia as pessoas à minha volta (apanharam o susto da vida delas) e não é que a minha resposta espontânea foi sossegar quem estava aflito?! Com palavras de conforto, carinhosa. Do género: "não te conheço de lado nenhum, nem sei bem quem eu sou nem onde estou, mas se tu estás à rasca, cuido de ti!"

Meses depois uma anestesia geral (programadissima para uma cirurgia simples).
Vira-se o cirurgião para o Mr Boop: "A Boop é mesmo calma! Até a acordar da anestesia estava tranquila!" (Pois também aqui não me lembro de nada!)

Pelo que foi sugerido pelos meus mui ilustres colegas:
- Tens de fazer uma adenda ao teu currículo "provado experimentalmente ter intrinsecamente capacidades empáticas, de contenção da angústia e de equilíbrio em situação de crise"!

Vá, não é uma coisa nada má para quem trabalha na minha área...!





1 comentário:

AC disse...

Para lá da questão do currículo, fica provado, isso sim, que és uma pessoa intrinsecamente boa. E isso, se me permites, é do melhor.

Uma boa semana :)