segunda-feira, maio 19, 2014

Dia de Exame

Luísa não dormiu bem esta noite.
Teve um sono inquieto, de sonhos fugazes, que a levaram ao pós 25 de Abril, ao inicio de tudo, ou de tanto….
Dirige a escola há tanto tempo já. Às vezes sente um cansaço enorme. Sonhou e lutou por um ensino diferente. Ama a descoberta, o encanto, a natureza curiosa das crianças, o fascínio pela arte, a filosofia, a matemática, a magia das letras e das histórias.
Mas sente-se quartada.
Quando foi que se viu obrigada a comprometer a sua ideologia de educação pelas pressões de directrizes ministeriais?  Como aconteceu ser ela própria a procurar a classificação da sua escola nos famosos rankings? Porque vivem os pais obcecados com "a nota"?
Ela sabe… quem está a ser avaliada hoje é ela. São as suas escolhas. É o seu método. A sua escola, e a sua Escola. Não são as crianças.
Por isso sai cedo de casa!
Ainda tem tempo, decide ir a pé.
Demora-se a deixar-se encantar pela luminosidade da sua Lisboa. Reencontra a sua paz no reafirmar para si própria que se tem fé em alguma coisa é na forma como pensa a Educação.

Pouco a pouco os traços de angústia desta noite mal dormida vão-se apaziguando, e quando passa o portão da escola está serena. Sorri quando lhe vem à cabeça Camões "Vai fermosa e não segura…", e é com este sorriso, de quem se sabe menina e mulher, que encontra os alunos que vão hoje prestar provas.


(desenho incompleto da menina Boop, 10 anos,  em véspera do seu primeiro exame)

7 comentários:

Ana Ricardo disse...

Oh! Já eras uma verdadeira artista :)

Boop disse...

:)
Ana Ricardo, este é da minha filha! Feito este Domingo!
Ehehehe
Como a irei chamar por aqui para não se confundir comigo….? Alguma sugestão?

Ana Ricardo disse...

Pois...'menina' Boop és tu :) Sei lá... a filha Boop, a cria Boop, o rebento Boop, a Boop mais nova :) por aí.

Fatyly disse...

Que maravilha de texto...retrato fiel de uma professora desencantada pelo estado actual do ensino, mas empenhada em marcar a diferença pela positiva.
Vi logo que o desenho tão bonito e colorido era da tua filhota a "menina Boop" falta apenas a mais velha, não é?

Beijos e como eles crescem!

Boop disse...

:)
Esta é a minha menina das sardas, que está com 10 anos
O rapaz, quase, quase com 6 anos.
Bj

Til disse...

E para que servem os exames?

Fatyly disse...

Sim eu sei, o que quis dizer é que sempre que falavas dos teus filhos, escrevias quanto à mais velha:

"Menina Boop mais velha":):):)

Ai rapariga como o tempo passa...10 anos e 6 anos, parece que nasceram ontem!

Beijos a todos