quinta-feira, agosto 11, 2016

Fogo

Há coisas para as quais não tenho palavras.
Ou se calhar fujo delas, como que a fugir da angústia que obrigatoriamente me assalta ao nomear o horror.

Diz o Marcelo Rebelo de Sousa que temos de pensar o ordenamento do território.
Pois teremos! Isso e muito mais.

Não sei dizer mais nada.

1 comentário:

AC disse...

Não sabe dizer mais nada, mas subentende-se que sabe definir muito do que há para fazer. Também assim se constrói a esperança.