sábado, janeiro 13, 2018

Tão intimo e tão estranho

"O Aquário" - Carlos Farinha


"Permanecer eternamente estranhos um ao outro, permanecendo eternamente próximos: essa é a lei de todo amor, ..."
(Lou Andreas Salomé)

6 comentários:

Calíope disse...

Ai desculpa, não gosto da ideia e não concordo nada... Por isso é que se calhar só acerto ao lado!

Boop disse...

Então?
Não acredito que discordemos tanto assim.
Há uma parte do outro que será sempre inacessível. É por outro lado uma cumplicidade que será única.
Não?

Boop disse...

Queria um "E" e não um "É" ... Maldito corrector ortográfico!

Calíope disse...

Se calhar é só uma questão semântica. Se substituires "estranho" e "inacessível" por "misterioso" talvez consiga perceber um bocadinho melhor, mas mesmo assim não tenho a certeza se concordo ou não.

Mar Arável disse...

A distância pode aproximar

Boop disse...

Pois pode!
:)