segunda-feira, setembro 22, 2014

Não gosto!

Não há coisa para mim menos cativante do que um rosto estampado na capa de um livro.

Sinto-me roubada, enganada, destituida do meu potencial envolvimento com uma história.

Um livro é feito a meias (vá… as metades não serão exactamente iguais!). O escritor oferece-nos um enredo, contextos, timings, traços de personagens E o leitor, projecta-se naquilo que lê. Empresta ao livro cenários, rostos, cheiros, sabores, e assim torna o livro seu.

Não precisamos de imagens a corromperem o nosso potencial criativo!
Precisamos apenas que nos abram as portas de outros mundos e que nos deixem ser cúmplices na sua co-criação. 

Tenho dito!

Este é um livro a que eu consegui ainda tirar a segunda capa (que faz alusão ao filme), e ficar-me com a original.






PS - Proibido ver um filme antes de ler o livro!

2 comentários:

mfc disse...

É isso tudo... e o prazer da leitura vem exactamente dessa interacção.
Beijinhos

Fatyly disse...

Engraçado, também não gosto de ver rostos estampados, acho que me tira a imaginação de criar os meus próprios rostos.
Quanto ao que mostras já li o livro uma ou duas vezes, mas não vi o filme e nem faço intenções de ver.
Gostei mais de outros de sua autoria.

Beijocas